Meliuz

Cupom de Desconto

sábado, 30 de agosto de 2008

Festa a Fantasia de Lajeado - RS (Deslocamento Caxias - Lajeado comigo)

Bom, vou aproveitar esse espaço aqui pra divulação também.

Dia 13 de setembro de 2008 estará acontecendo em Lajeado - RS a maior Festa à Fantasia do Estado do RS. (www.festaafantasia.com.br)
É a 18a. edição da festa que sempre acontece com pessoas de todo Brasil e esse ano estou organizando um Micro que levará o pessoal de Caxias até Lajeado.

Então é o seguinte, às 20h30 estará saindo da frente da Catedral de Caxias do Sul (Praça Dante Alighieri) o Micro rumo à Lajeado. Na viagem estarei entregando o ingresso para todos e já discutiremos o horário de retorno, onde o Micro levará todos para sua casa.

Tudo isso (Micro + Ingresso) por apenas R$ 52,00 por pessoa, conseguimos um valor barato pois o valor inicial que tinhamos era de R$ 70,00

Quem for pra festa, mora em Caxias do Sul e não quer se preocupar com dirigir, fale comigo por email ou me liga no celular mesmo a qualquer horário

Aproveito pra dizer que esse valor de R$ 52,00 é apenas até quarta dia 06 de setembro, pois depois os ingressos aumentam e o valor aumentará também. Outro detalhe é que os ingressos são limitados para evitar super lotação, então o quanto antes confirmarem lugar, melhor pra não ter problema de perder essa festa

Meu contato:
email: daniel@roggia.com.br
celular: (54) 8118.6646

Espero todos lá =)

domingo, 24 de agosto de 2008

Celulares que eu já tive - Parte II

Pois é, na correria dos dias de hoje, a cotinuação que era pra ter sido domingo passado (dia do meu niver) estará acontecendo agora, mas vamos lá =)

Então continuando a série dos meus celulares, após ficar um tempo com o Nokia 2160, comprei um Chroma da Gradiente (a Gradiente trazia os celulares Nokia pro Brasil e colocava a marca dela).
O Celular era muito bonito, onde eu passava com ele causava um frisson na galera. Ele era todo cromado e tinha um slide que rolava para baixo e para atender as ligações era só fazer isso. Esse celular ainda estava na garantia e começou a descascar sem eu derrubar ele. Levei para garantia e disseram que isso não tinha conserto até porque esse celular já tinha saído de produção, eles só poderiam resolver isso me dando um celular novo. Que pena né.!!! Foi assim que eu ganhei o Gradiente NEO.


O NEO, se não me engano, foi o celular que fique mais tempo usando. Celular muito bom, durou bastante nas minhas mãos. Na verdade eu tinha um azul, diferente da foto ao lado.

O NEO tinha a vantagem de ser pequeninho e eu guardava no bolso sem problema nenhum .

Ele era igual ao chroma no quesito software, ainda aquelas telinhas preto e branco, e com o menu padrão da Nokia que eu sempre gostei.

Só troquei esse celular porque a gente pegou um plano empresarial pela Raidbr e dava direito a escolher um celular pelo valor de R$ 1,00. Eu e meu ex-sócio Junior escolhemos o Nokia 6820. O NEO eu dei pra minha ex-namorada, a Manu (minha amiga hoje).

Esse celular sim foi a maior revolução dos que eu tinha. Não via a hora de chegar para começar a mexer nesse celular. Teclado qwerty num tamanho de celular padrão.

Na época que eu usei esse celular (2004-2005) eu não tinha mais agenda de papel. Tudo era anotado nele. Abria o celular, clicava num botão e anotava o compromisso na agenda. Como eu estava sempre com o celular, não perdia nada e não precisava ficar olhando pois um alarme me avisava dos compromissos.

Minha professora de teatro chamava ele de espaço-nave pois aberto ele tem um formato que nenhum outro consegue se parecer. Não sei se esse celular ainda existe, mas ainda nos dias de hoje é um celular que eu recomendaria para uso. Acabando os 2 anos para renovação de celulares no plano da TIM, entreguei esse celular pro meu pai que passou pro meu irmão Rafael, que perdeu o mesmo em Porto Alegre, uma lástima, mas faz parte da vida. Ladrões não é previlégio de alguns apenas. Nossa constituição já diz que devemos ter direito à segurança, que piada não?

Renovando o plano empresarial acabei pegando o Nokia 6111.
O Maicon e William também pegaram esse modelo, na verdade foram os dois que escolheram esse modelo e talvez por isso seja o modelo de celular que eu menos gostei de ter até hoje. Ele ressetava do nada, a agenda às vezes não funcionava, o som era muito baixo, bom, uma droga. O do Maicon pra vocês terem uma idéia, parou de funcionar em menos de um ano de uso e para não se encomodar ele comprou, em Balneário Camboriú, um celular de R$ 40,00 que era melhor do que o Nokia 6111.

Esse celular sofreu um pouco nas minhas mãos, no Planeta Atlântida de 2007, eu a Tay e a Mila fomos pra Atlântida e eu fui com o celular que ficou num bolso junto com chave de carro, dinheiro e outros =). Bom, o celular ficou todo marcado com pontinhos parecendo que tinha sofrido um atropelamento. Começo desse ano veio novamente o pessoal da TIM para renovarmos os aparelhos e dessa vez eu saí da categoria dos nokias/gradiente que vinha usando desde o começo e escolhi um BlackBerry 8800, o Nokia 6111 está na gaveta guardado, se alguém quiser podemos negociar.

Voltando ao assunto de tamanho, percebemos que meu celular acabou ficando maior do que o primeiro Nokia 2160 que eu tive, mas em compensação esse celular faz até ligações, tem tudo que eu preciso nele.

Tirando o fato de que a TIM acabou me enganando quando vendeu esse celular, disse que o mesmo tinha 3g, que eu poderia editar documentos, planilhas e apresentações, que esse BlackBerry (BB) tinha wi-fi, não estou arrependido de ter pego ele.

Celular completo com GPS, possibilidade de baixar programas como leitores de RSS, agendas completas, possibilidade de utilizar Gtalk e MSN Live com associação com os números de telefone. Mas o que mais uso mesmo é a leitura de emails, cadastro meus emails e quando recebo algum email novo, o celular vibra e um led vermelho fica piscando dizendo que o celular precisa de atenção.

O único problema que vejo nele é que não consigo mais ir com ele nas festas, esse pastelão é muito grande pra isso.

Bom, essa foi a saga dos celulares do Daniel Roggia, começando com o Big Nokia 2160 e terminando com o Gigante (em todos os sentidos) BB 8800.

Qual será o próximo ? Estou com o BB desde fevereiro de 2008 e segundo o Alex da TIM, final do ano provavelmente já poderei trocar o aparelho, espero que não estejam me enrolando novamente.

Só pra finalizar, tente ficar longe da TIM.

Fui agora ouvir o jogo Brasil-PEL x SER Caxias pela Série C do Campeonato Brasileiro.

abs

sábado, 16 de agosto de 2008

Celulares que eu já tive

Hoje em dia utilizamos uma aparelho que não conseguimos mais viver sem eles. É claro que tem gente que ainda consegue ficar sem ter um, mas a maioria não consegue mais.

Antigamente utilizávamos aqueles tijolar, isso mesmo, o celular parecia um tijolo no tamanho e eram caros, mas estávamos felizes pois nem todos tinham um desses. Com o passar do tempo os celulares foram diminuindo e ficando cada vez menores, mais finos mas cabendo cada vez mais coisas e as telas e designs foram ficando mais bonitos.

Mas agora uma coisa volta a acontecer, o tamanho dos celulares estão voltando ao tempo dos antigos celulares, e isso é perceptível quando a gente pensa em nossos próprios celulares.

Quando começou essa onda de celulares eu trabalhava numa empresa de informática aqui de Caxias do Sul chamada Bitcom. Naquela época poucas pessoas tinham celulares, e eu queria ter o meu também. Meu colega de trabalho, o Cebolinha que jogou no Caxias, queria vender o celular dele por, ainda lembro, R$ 200,00 (2 x de R$100,00). Aceitei na hora e entrei pro mundo dos celularizados, pré pago é óbvio, com um nokia 2160.

Esse celular era o máximo, se não me engano já dava pra enviar SMS. Puxa. O mais interessante desse celular foi que eu queria que ele vibrasse, mas de fábrica ele não tinha essa opção, então comprei uma bateria especial para fazer ele vibrar nas chamadas, o celular ficou o dobro mais grosso e pesado por causa dessa bateria. Mas tudo era emoção. Aquela anteninha então, nem me fale.

Bom.... to indo pra Gramado agora pro Encerramento do festival de cinema. Amanhã, que por acaso é meu niver, continuo a sequencia de celulares que tive até chegar ao meu atual.

até